Relógio


Últimos assuntos
Quest - Esquecendo OQua Ago 01, 2018 2:24 pmKayn
RP - Contando PalitosTer Jul 31, 2018 1:42 pmYue Yang
RP - Apenas por AiSeg Jul 30, 2018 7:24 amSparkle
Campo de Treino - PashSeg Jul 30, 2018 7:07 amSparkle
Salão de AberturaDom Jul 29, 2018 8:01 pmSparkle
Parque da VilaSex Jul 27, 2018 2:17 pmKuni
Resultado: Teste GeninQui Jul 26, 2018 10:38 pmSparkle
Aula 5: ClonagemQui Jul 26, 2018 6:31 pmPash
Bosque Qui Jul 26, 2018 4:00 pmSparkle

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
120/120  (120/120)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Campo de Treino - Shi

em Ter Maio 01, 2018 5:02 pm
O campo de treino situa-se num pátio interno a um dos prédios do território Hyuuga, o pátio em si não dispõe de nada mais que uma árvore, mas se preciso, existe uma dispensa com bonecos de treino e troncos fixáveis no chão que com um pouco de esforço, ou ajuda dá para coloca-los no meio do pátio, ambas as famílias possuem acesso a esse pátio, embora a principal tenha privilégio de fazer uso dele sozinho e enxotar os demais se necessário.
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
120/120  (120/120)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Campo de Treino - Shi

em Sex Maio 04, 2018 3:22 am

Eu bocejava, uma, duas, três vezes, é, eu estava realmente com sono, não que eu não estivesse a maior parte do tempo, mas ali havia uma razão em específico, jazia cinco horas da manhã em ponto, e eu estava acordado a caminho de um pátio no meio do território residêncial do meu clã, e por que? Bem, meu pai achou que me levar para treinar era a melhor maneira de me congratular pela minha graduação na academia ninja, porque né, todos os pais pensam dessa forma, eles nem levam o filho pra comer alguma coisa, tipo um lámen, dão a ele uma roupa legal, ou algo assim, ah e aquela caixa, tratava-se de um pergaminho com técnicas para aprender, e provavelmente eu sinto que eu não vou poder sair daqui enquanto eu não dominar elas por completo, como eu queria que aparecesse alguém da família principal querendo treinar para eu poder escapar dessa, mas isso não ia rolar, era cedo demais para isso... Droga

Meu pai parecia bem animado diferente de mim, no jantar de ontem esse treino foi o assunto a noite toda, até minha mãe ficou entediada com tanto que a palavra treinamento foi repetida, mas né, meu pai estava feliz, e eu não tinha escolha além de me conformar. - Meu filho, hoje, você deve estar se sentindo animado e lisonjeado sabendo que te ensinarei o segredo da linhagem da nossa família. - Mas pai, é realmente necessário fazer isso tão cedo? - Mas é claro que sim! Assim, aproveitaremos cada momento de luz do dia e faremos com que você aprenda com total perfeição. - Eu suspirava, era frustrante, mas o que fazer se eu não tinha escolha? Chegávamos ao pátio e eu parecia mais um sonâmbulo ali em pé enquanto meu pai respirava fundo como quem se sente bem em estar ali.

- Bem, espero que esteja animado e pronto, pois começaremos agora! - Mas eu não respondia, eu estava com sono demais para prestar atenção, minha cabeça estava pensa e eu literalmente estava dormindo em pé. Enfurecido, meu pai gritava: - NOBOYUKI SHION, ABRA OS OLHOS E ACORDE NESSE MOMENTO! - O grito certamente me assustava, me acordando de maneira que me deixava desnorteado, acho que ele havia acordado todo o clã com aquele grito, eu olhava em volta tentando me situar onde eu estava e o que estava acontecendo de tão perdido que eu tinha ficado, até que eu vi as costas da mão do meu pai voar no meu rosto. O barulho foi evidente, tudo que eu percebi depois do barulho foi estar no chão e a ardência na face, confesso que quis chorar no momento, eu nunca havia me sentido tão humilhado, e então meu pai dizia: - Escute aqui garoto, eu falei com o seu professor antes dele te dar sua nota e ele me falou que você tem um potencial gigantesco, que se explorado da maneira correta, é capaz de você ser forte de maneira inimaginável, porém ele me contou também que o único obstáculo que pode impedir você e esse objetivo é justamente o seu maior problema que é esse seu maldito desinteresse para tudo, então, vou ser franco com você pois não estou mais a aguentar esse seu jeito desleixado, ou você cria jeito de homem e decide levar a sério a vida que você é destinado a levar, ou então pegue a kunai que você obteve na academia e corte o próprio pescoço, pois eu não permitirei debaixo do meu teto alguém tão morto quanto você tem sido,  nem merece ser chamado de Hyūga, mas você escolhe!

Eu sabia que meu pai era rígido a maior parte do tempo e que não aprovava em nada o meu jeito de ser, mas aquele ultimato foi a maneira que encontrou pra me mandar a real, sinceramente, bastava chegar e conversar, mas ele não era assim... Não mesmo... Naquele momento, eu queria levantar e bater nele com todas as minhas forças, mostrar a ele o ódio que ele me fazia cultivar pela forma que ele me tratava, era a gota d'água para mim, aguentava calado ele me tratar como bastardo sem motivo algum, mas aquilo? Aquilo era demais... Eu queria calar o que meu pai havia dito, mas culminava algo dentro de mim algo maior do que ódio, provar que ele estava errado sobre mim, que eu podia me tornar forte, que eu tinha determinação e a força que ele descreditava de que eu tinha, e com esse pensamento me levantava, batia as roupas e com as costas da mão coçava o rosto e o olhava com o mesmo desprezo que ele me encarava, um sinal positivo com a cabeça foi suficiente para ele entender o que eu queria.

- Vejo que tomou a decisão certa, muito bem então, começaremos agora. A primeira coisa que você precisa saber sobre nossa linhagem é o nosso doujutsu, ou seja, nosso poder oculto ocular, todo o clã Hyūga e seus descendentes herdam o Byakūgan e são capazes de desperta-lo desde o nascimento com a vontade e o chakra fluindo, com ele você será capaz de ver além do plano que olhos normais enxergam e fazer coisas grandiosas. Deixe me demonstrar. - Logo ficava evidente o que ele dizia sobre o poder oculto ocular, eu não imaginava que meus olhos pudessem fazer aquilo, eu sempre percebia que a maioria dos membros do clã tinham os olhos quase brancos, mas não achei que guardassem isso, eu nem sei se posso conseguir fazer isso, eu puxei os olhos da minha mãe que são negros, os dele haviam crescido veias nas extremidades laterais da cabeça apontando aos olhos e a pupila que aparentava ser quase invisível ficou nítida junto com a linha da íris, que coisa incrível!

- Muito bem, agora que você ja viu como é, basta agora tentar e despertar seu Byakūgan, não é preciso selos como você pode ver, mas se precisar se concentrar pode fazer o do tigre. - Balançava a cabeça positivamente, juntava as mãos no selo do tigre e fazia o chakra fluir pelo meu corpo inteiro, tentando imaginar como florescer esse poder oculto em mim, e imaginava acontecendo o mesmo que meu pai, quando então abria os olhos, mas nada acontecia, meu pai mandava tentar outra vez e eu obedecia, mas nada tornava a acontecer, isso se repetiu por três vezes e nenhum resultado, e eu continuava a me esforçar, até que desviei uma quartia de chakra maior em direção aos meus olhos, quando eu os abri senti-os arder, uma dor maldita me fez gritar que meus olhos estavam queimando, me senti cegar, mas a desconcentração fez com que eu dissipasse o chakra e a visão ficasse apenas turva depois da dor passar, tentei aquilo por alguns minutos até que meu pai se estressou. - Ande logo e ative seu Byakūgan garoto, você não está querendo o suficiente, tente mais forte! - Eu estou tentando com a maior força e vontade que tenho pai! Eu quero de verdade mas eu não estou conseguindo. - Meu tom deixava evidente que eu não estava mentindo.

Meu pai estreitou os olhos provavelmente pensando se deveria me bater de novo mas pensou na possibilidade de que eu poderia estar falando a verdade, e imaginando algumas coisas. - Alguns membros do clã não despertaram o Byakūgan logo de cara como você, principalmente aqueles que nascem com os olhos de outras cores, talvez só não esteja na sua hora, mas não quer dizer que você deve parar de tentar. Bem, já que você não despertou seu Byakūgan, não tenho escolha se não deixar de te ensiar um dos jutsus que dependem dele, afinal, é perigoso tentar usa-lo sem um dos dons do doujutsu, então assim que você despertar me deixe saber que eu te ensinarei. - Respirava até que aliviado sabendo que não ficaria ali mais tanto tempo. - Então vamos começar um treinamento básico de combate corpo-à-corpo! - Comemorei cedo demais - Coloque-se em postura de combate. - Infelizmente eu não sabia como o fazer então apenas ergui os punhos para apenas deixar meu pai irritado. - Chama isso de postura de combate? Porte-se como um Hyūga! Pernas separadas, flexione os joelhos, abra essas mãos e as deixe fixas numa palma firme, um braço à frente e os deixe a altura da cintura! - Fazia como indicado apesar de não entender como uma palma aberta poderia ferir algo, mantia a postura enquanto meu pai pegava um boneco de treino e o fixava no chão de maneira que ele não fosse cair.

- Muito bem, agora ataque-o com a palma. - Eu apenas o obedecia e golpeava com uma das palmas, mas eu não via eficácia naquele golpe. - Com mais vontade garoto! - Tornava a golpear. - Mais! - E de novo - Mais! - E de novo - Mais! - E de novo... - Não é questão de força garoto, é como você golpeia, você tem que imaginar que o golpe está indo além de sua palma e chegando ao boneco, assim! - Ele demonstrava golpeando o boneco, aparentava ser mais eficiente, afinal fez o corpo empalhado dele se contrair e balançar, assim ele me mandava tornar a fazer, e eu o fazia, precisava sentir o golpe além da palma, e se isso tivesse a ver como o meu chakra flui e levar ele até a palma assim como a energia do golpe? Assim eu fazia, sussessivamente e sussessivamente, com mais vontade, até que percebia que ele começava a se contrair a medida que eu harmonizava o fluxo de chakra e energia imposta na palma, eventualmente meu pai via um progresso no meu esforço e decidia que era hora de elevar o nível. - Muito bem, temos aqui um progresso, agora vamos para a próxima tarefa, agora me ataque. - Aquilo me surpreendia de imediato. - Ande vamos, me ataque, sua tarefa é me derrubar, teremos o dia todo e não vai ter descanso enquanto você não me derrubar. - Aquilo era bom demais para ser verdade, ele não ia deixar aquilo barato, então me colocava em postura de combate e começava a analisa-lo, ataques frontais de cara seriam tolice, ele ia enxergar logo de cara e fecharia a brecha, mas, vamos ver qual tempo de reação dele.

Avançava em sua direção e tentava golpear seu estômago com a palma, mas com o braço ele desvia a minha palma abrindo uma brecha para acertar meu estômago. O golpe me deixava com uma dor bem leve, achei que fosse doer mais, mas me empurrou para longe, ele não tentou desviar, ele revidou, então vou ter que ser mais inteligênte que ele. Começava a correr em círculos em volta dele, ele não se movia, quando eu ficava ante as costas dele saltava para golpea-lo, mas para a minha surpresa, ele rapidamente se virava segurando em um dos meu braços e acertava meu estômago de novo e usava a palma para me jogar contra o chão e saltava para longe, como ele poderia prever o momento e de onde eu iria atacar para reagir assim tão rápido? Algo estava errado, se métodos convencionais meus não funcionavam, então era hora de usar o que eu aprendi na academia! Com rápido pensamento, chakra fluindo e selos de mãos, eu criava dois clones e tornávamos os três a realizar a estratégia anterior, dessa vez, um atacaria de cada vez, mas eram apenas ilusões, passavam direto pelo meu pai mas a intenção era apenas ludibriar, então eu passaria reto como um clone, mas quando me aproximei percebi uma coisa quando desviei o olhar para ele, por uma fração de segundo que fosse, pensei ter visto ele com o Byakūgan, não deu para raciocinar por muito tempo, ele deixava o pé para me fazer perder o equilíbrio, e aproveitando isso golpeou as minhas costas, e lá vou de novo ao chão.

Aquela altura beijar a terra já estava ficando chato, eu precisava enganar ele de outra maneira. Me levantava e voltava a invocar os clone e todos começavam a andar em zigue-zague para desviar a atenção dele enquanto eu, o original me escondia atrás da árvore que ali havia, precisava pensar, como ele havia descoberto quem eu era no meio dos clones? Será que o Byakūgan tem essa capacidade? Ele falou algo sobre ver além de que os demais são capazes de enxergar, e se além de me enxergar ele possa enxergar meu chakra? Só assim ele conseguiria me indentificar, afinal, como são ilusões não possuem fluxo de chakra, então ele logo vai saber que eu não estou ali. Preciso pensar em algo... E se... Ok, eu tinha outro plano, mas precisava de concentração. Fechava os olhos e fazia o chakra fluir em volta do corpo com mais intensidade, mais e mais, braços, pernas, tronco, mãos, pés e cabeça recebendo chakra com vontade, selos bode e tigre realizados, a tecnica havia sido mais precisa daquela vez, eu havia tomado a forma do meu tio, se estava perfeito? Eu não tinha idéia, mas por hora ludibriar era o que eu precisava, então saía de trás da árvore e me aproximava.

- 'Olá irmão, o que faz aqui cedo?' - Até a voz se assemelhava a do meu tio, parece que eu fiz um bom trabalho, meu pai se vira e me olha, eu sinto meu coração parar até ele sorrir e dizer: - Ah olá nobre irmão, estou treinando o Shion como recompensa por ele ter sido graduado a genin. - Ah sim sim, eu soube, e é definitivamente importante.' - Mas é claro que é, queria que Shion enxergasse isso, mas e você irmão o que te fez vir até aqui? - 'Ah bem, eu estava sem sono então resolvi caminhar, então ouvi barulhos e decidi ver do que se tratava.' - Entendo.- 'Olha, se estiver treinando ele como se camuflar, está fazendo um grande trabalho' - Eu colocava a mão no ombro dele, quando ele abrisse a guarda e começasse a falar eu o acertaria, mas... Para mais uma vez minha surpresa, eu tornava a beijar o chão, o braço era torcido e recebia um golpe no busto me fazendo cair em terra, e a desconcentração me levava a recuperar a forma. - Quando pensar em se transformar em alguém, tem que ter certeza que sabe tudo dessa pessoa a ponto de falar com alguém que a conhece ou vai fracassar miserávelmente, seu tio me chama pelo nome.

Droga... Era realmente impossível golpea-lo, ele conseguia ler meus movimentos. Levantando e sacudindo a poeira pela terceira vez respirava fundo. - Acho que você merece um descanso, sua mãe fez para você comer. - Dizia ele me estendendo um obento com alguns onigiris, eu e meu pai sentávamos para comer, fiquei tentado a perguntar. - O Byakūgan por acaso te faz ver o que eu irei fazer antes de fazer? Ou ele só te permite ver meu chakra? Afinal você previu todos os meus ataques -Entenda, ele me permite ver seu chakra, na verdade é um pouco mais complexo que isso, eu posso enxergar completamente todos os seus tenketsus, que são pontos onde o fluxo corre dentro do seu corpo, se por acaso a circulação por eles for cortada, você é temporáriamente ou permanentemente impedido de usar seu chakra, mas isso vai depender do ferimento. Uma das técnicas que eu iria lhe ensinar era as agulhas de tenketsus para você deixar seu adversário sem ser capaz de usar jutsus por um tempo, mas sem o Byakūgan para enxergar o que você está fazendo, pode ser que você acerte algo mais perigoso. Mas enfim, fora isso você vai aprender que alguns inimigos conseguem ser bem previsíveis quando não tem metade da sua experiência em combate - Entendi, apesar de ser uma desculpa para você me surrar, mas me conte e o outro jutsu lá, ele precisa do Byakūgan também? - Não não, esse outro trata-se de um jutsu para controlar bem a margem de vantagem do terreno que você tem em relação ao seu adversário, você já percebeu que deve sincronizar seus golpes com seu chakra, mas essa técnica exige que você molde o seu chakra e dê forma a ele de maneira que ele se desprenda do seu corpo e transpasse o plano físico numa onda que vai ferir e empurrar seu inimigo como um impulso de chakra. - E como exatamente eu farei isso? - Como eu já disse, potencial você tem, e tem as instruções, agora precisa por em prática. Aproveite o boneco que está ali.

Eu terminava de comer e olhava para minha mão pensando, impulso de chakra? Eu respirava fundo fazendo a digestão do alimento até que eu ouvia a voz de alguém se aproximando, era minha mãe, ela chamava o meu pai, aparentemente ele tinha algum compromisso, ele se levantava e dizia. - Aproveite esse tempo que estarei fora pra pensar nas suas estratégias e treinar esse jutsu que quando eu voltar quero que você já o tenha dominado que eu irei te testar novamente. - Balançava a cabeça afirmando. Via ele sair e já me dava uma vontade de desabar e me sentar, mas se eu não dominasse aquilo ia ser bem pior, o tempo passou rápido e nem cheguei a perceber, a quanto tempo eu estou aqui? Talvez duas horas, difícil dizer, mas vamos lá, fronte ao boneco.

Impulso de chakra, bem, acho que o começo deve ser com golpes normais. Assim eu fazia, golpeava com a palma o boneco enquanto harmonizava meu chakra, nada diferente da outra vez, mas dessa vez eu mentalizava, focar mais chakra nas mãos, sentir ele passar pelos meus tenketsus e preencher as mãos cada vez mais intensamente, e os golpes ficavam mais efetivos, começava a afundar uma marca no boneco, mas não era suficiente, precisava de mais chakra, mais, mais, preciso fazer com que ele tome forma, como o vento com o avião, dar natureza a ele, mais, mais, quando que para minha surpresa percebia que estava empurrando a estaca para trás e via que as palmas alcançavam o boneco mesmo sem encostar, então era isso que meu pai queria dizer com impulso. De novo! Palma fazia o boneco se contrair e afundar; De novo, mais forte! Ele entortava mais; De novo, de mais longe, o mesmo acontecia com uma distância maior, e eu alternava, para melhorar a eficiência e a distância, até o alcance de uns dez passos onde a energia que eu lançava se dissipava e não conseguiria mais por mais força que isso, no fim parece que essa técnica tem um limite, então tá, médio curto alcance, agora como surpreender meu pai vai ser outra coisa que irei penar bastante, mas olhando para a terra no chão eu acabava por ter uma idéia

O tempo passava até meu pai retornar, era quase hora do almoço, se eu o derrubasse, eu o ia fazer me pagar um almoço daqueles por me fazer esperar tanto. - Bem, depois de tanto tempo imagino que você tenha dominado a técnica, sua mãe disse que ia aproveitar para assistir como você ia se sair então ela irá assistir - Acontece que não era só minha mãe, muitas pessoas do clã aproveitando que estavam ali decidiram assistir, inclusive um ancião da família principal, aquilo me fazia ficar um pouco nervoso mas brevemente pois meu foco era vencer meu pai, frente a frente nos colocávamos uma vez mais, e eu torcia para o plano dar certo...

Em postura de combate nos reverenciávamos e eu rapidamente colocava meu plano em prática, usando novamente a técnica dos clones e correndo em zigue e zague em direção dele até ter uma visão nítida do rosto dele, os olhos dele se confundiriam rapidamente então ele seria forçado a ativar o Byakūgan, dito feito, no momento que eu vi os olhos ativarem o doujutsu eu pegava dos bolsos areia e arremessava contra o rosto dele que se desnorteava cobria o rosto tentando recuperar a visão, mas meu pai não era bobo, ele saltava para trás sabendo que eu tentaria atacar, rapidamente depois de recuperar a visão ele me viu preparando um ataque a distância e rapidamente posicionou para receber o golpe, tudo como planejado, mas ao invés de arremessar o impulso contra ele, eu o jogava contra o chão, a distância do golpe me fazia poder usar com toda força, quando esta acertava o chão se dividia igualmente e alastrava levantando poeira por todo o terreno, aproveitando que todos se cobriram pra evitar a poeira, eu corria em direção a árvore e a escalava rapidamente ficando num terreno alto, aproveitando um galho eu corria dele e saltava para acertar meu pai que se recuperava e me procurava em volta, aquela distância era impossível ele esquivar, eu nunca estive tão determinado, tive a impressão rapidamente de ver uma aura em volta do meu pai, uma aura azul mas não foquei nisso, eu ia acerta-lo! - PALMA AÉREA! - Embora eu tivesse certeza que iria acerta-lo, percebi uma massa de energia semelhante a aura circundear meu pai de maneira rotativa, cada vez mais rápida, até que ele começou a rodar junto da energia que tomava forma de um escudo de energia giratório que dissipava meu golpe e me alcançava eu sentia o golpe como uma palma que transpassava todo meu corpo, e a força me jogava contra a parede. A energia se dissipava e meu pai parava de girar me olhando com um olhar misto de seriedade, surpresa e cansaço, aquele jutsu deve ser exaustivo.

Ele vinha até mim e me estendia a mão para me ajudar a levantar. - Muito bem garoto, sua estratégia foi incrível, pelo visto resolveu provar que eu estava errado. - Mas... Eu não te derrubei... - De fato, mas mostrou que era capaz de se esforçar para tentar, se esforçar para se superar e vencer seu obstáculo, você tem as características que um ninja precisa, basta demonstrar essa vontade que você demonstrou a todo momento e será grande filho... Agora vamos, eu irei inspecionar seus treinos para ver sua evolução, mas agora vamos almoçar... - Eu não achei que a experiência fosse ser tamanha, ele tinha razão, com vontade eu iria conseguir superar tudo...

Palma Inferior

Categoria: Taijutsu

Clonagem Falsa

Categoria: Genjutsu

Técnica de Transformação

Categoria: Ninjutsu

Britador da Montanha

Categoria: Kekkei Genkai
Dificuldade: D
Custo: 45
Poder: 3
Descrição: Ao apontar precisamente para o corpo de seu alvo, o usuário libera um impulso com a palma da mão em alta velocidade junto a uma enorme oscilação de chakra, tal impulso é de alvo único e aplica seu dano todo a seu corpo de maneira interna em até cinco metros.

STATUS: Desconsiderado, afinal são HORAS  de treino.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Campo de Treino - Shi

em Sab Maio 12, 2018 10:25 pm
Treinamento Efetuado
Status: 100% Aprovado 
+22 Experiência
"Após uma longa, e bota longa nisso, sessão de treino, com muito esforço e em seu ultimo movimento, você projeta uma onda de energia semi visível a sua frente, lhe trazendo uma sensação de poder e satisfação ao notar que seu esforço valeu a pena "
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Campo de Treino - Shi

em Sab Jul 07, 2018 7:38 pm





Katsuki
Chunin Shiken... Nem sei ao certo o que é isso. Mas ele pode vir que eu vou socar a cara dele também! Caminhando no território Hyuuga da vila, adentro um predio, onde o interior dele é uma área aberta, com o solo de terra e uma arvore ali no canto.

- Que merda. Poderiam investir mais nesse lugar! - Penso ao ver aquele local simples e humilde.
Estico meus braços para cima me espreguiçando e volto a falar:
- É o que tem para hoje... É isso ou treinar num terreno baldio. Não gosto nem do nome! -
Deito-me debaixo da arvore, ficando em sua sombra. Olhando para o céu vermelho alaranjado, um pássaro completamente aleatório sobrevoa o local. Coisas simples ali ao meu redor que nem precisam ser notadas, nesse instante apenas um pensamento se passa em minha mente... Que fome da porra! Com minha mão direita pego meu colar e coloco ele em minha boca... Ainda tem gosto de chocolate! Fecho meus olhos enquanto chupava aquele pedaço de metal em forma do simbolo Hyuuga.

Que droga eu to fazendo... Eu vim aqui para treinar! Abro meus olhos e minha boca empurrando com a língua o colar para fora. Levanto-me num salto. Antes de treinar algo novo vou tentar efetuar  o " Oito Trigramas Ofensivos 64 Golpes", que o nome é bem exagerado!
Após uma vasculha pelo local, acho uma sala, cheia de bonecos, pego um deles, o que parece mais humano e, carrego ele para o patio, posicionando ele no centro.

Acho bem idiota treinar isso, pois esses "Tenketsus" sendo 361, devem ficar precisamente em um local do corpo humano, e um boneco de palha não... Não é um humano! Pena que não tinha um membro da família segundaria no armário. Encarando o boneco, que nem tira rosto, e sim um circulo dentro de uma argola vermelha.  Com toda a minha criatividade imaginação, procuro ver uma pessoa ali, ao invés de um boneco. Não ta dando muito certo, mas tá bom!

Para atingir os pontos precisamente, fecho minhas mãos, deixando apenas o dedo indicador e central eretos. Agora, imaginando os pontos no boneco... A parte dificil não era atingir os tenketsus, isso poderia ser corrigido usando a técnica da agulha de chakra, além do uso de meu Byakugan que melhoraria minha precisão na hora de acertar o combo...

A parte dificil era criar um padrão de ataque eficaz, rapido e que possa compensar o tempo que investirei tentando atacar meu oponente! Começar pela face iria atrapalhar meu combo que se dividiria por braços e pernas, mas deixaria muitas brechas em meus movimentos, talvez começar pelas pontas dos pés e mãos, fechando a área dos golpes até o centro do corpo e depois subir para a cabeça.. Quem sabe o contrário, começando pelo torso e depois dividir meus golpes pelo resto do corpo, os neutralizando progressivamente...

Com isso em mente começaria a treinar golpes, imaginando os tenketsus de meu alvo, praticaria por horas aquela sequencia de ataques diretos...

Oito Trigramas Ofensivos 64 Golpes

Categoria: Kekkei Genkai
Dificuldade: B
Custo: 60
Poder: 2
Descrição: Dentro do círculo das oito trigramas, o usuário recebe uma carga de energia, tendo em vista um alvo único, o usuário inicia uma sequencia ofensiva, forçando seu oponente pelo próximo turno, perder sua ação de ataque, caso o usuário atinja ao menos três tenketsus de seu alvo, seu chakra será bloqueado por dois turnos.




avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Campo de Treino - Shi

em Sab Jul 07, 2018 8:17 pm
Treinamento Efetuado
Status: 100% Aprovado 
+15 Experiência
"Com horas de treino, tu finalmente consegue desenvolver sua técnica e masterizar o golpe de sua linhagem e família, orgulhoso poderia deixar o campo de treino com seu feito... "
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Campo de Treino - Shi

em Qua Jul 11, 2018 11:12 am





Katsuki
O boneco de palha é arremessado para trás batendo suas costas na arvore que fica no campo de treino. Isso é uma conquista para mim, mas não sorrio ou comemoro, pois isso não é o bastante. Tenho muito que aprender ainda! Coloco a palma de minha mão direita em minha testa e esfrego até a minha nuca e faço o mesmo movimento ao contrario, tirando o suor de meus cabelos. Suspiro profundo e sento no pé da arvore para descansar. Alguns minutos depois, levanto-me mais disposto para um novo treino. Com a mão no queixo pensativo, decido treinar "Agulha de Tenketsu".

Ergo o boneco e o coloco na devida posição dele. Focando num único ponto de chakra, gerarei uma especie de lamina de chakra, onde poderei desferir golpes com dois dedos no oponente, em uma tentativa de aplicar danos afetando sua circulação de chakra causando danos físicos e espirituais. Ficando frente a frente com o boneco, afasto minhas pernas e dobro levemente meus joelhos, juntos meus ante-braços um no outro fazendo um "X", com minhas mãos até a frente de meu rosto ficando entre mim e o boneco, fecho elas num punho e deixo meus dedos do meio e indicador eretos. Foco minha visão em minhas mãos fazendo o fundo e o restante ficar desfocado e borrado.

Meu objetivo... Concentrar meu chakra em meus dedos indicadores e medio, quando fiz o "O controle do chakra" foi facil pois eu deveria apenas liberar em todos os pontos e não focar em um só. Chakra é tão complexo, será difícil ter total controle dele, pois poucos Ninjas devem conseguir manipula-lo completamente com seu total potencial. Chakra...
Ouço o som da minha respiração, que era lenta, onde eu inalava o ar por minhas vias respiratórias e o liberava por minha boca... Com essa situação de paz, pude sentir meu chakra circulando em meu corpo, era como se formigasse, não ao ponto de incomodar. Concentro-me em tal energia canalizando-a, qual era pura, e então concentro meu chakra em meus dedos indicadores e médios. Com meus dois dedos de cada mão, desfiro golpes no boneco em seu corpo aleatoriamente.

Caracteres: 2035 Palavras: 359
Agulha de Tenketsu

Categoria: Kekkei Genkai
Dificuldade: E
Custo: 10 por Acerto
Poder: 2
Descrição: O usuário gera uma espécie de lâmina invisível com seu Chakra, acertando golpes com apenas dois dedos, é capaz de aplicar danos diretos à circulação de Chakra de seu oponente, causando tanto danos físicos quanto espirituais.







avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Campo de Treino - Shi

em Qui Jul 12, 2018 10:51 am
Treinamento Efetuado
Status: 100% Aprovado 
+20 Experiência
"Treinando uma técnica de seu clã, tu sente o chakra percorrer seu corpo e a projeção de energia em seus dedos é efetuada com sucesso..."
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Campo de Treino - Shi

em Dom Jul 15, 2018 7:45 pm





Katsuki
Com movimentos rapidos, desfiro cortes de chakra no boneco cortando sua costura de tecidos que cobriam e seguravam a palha, fazendo boa parte da palha sair para fora esvaziando o boneco. Com meu pé direito  espalho um pouco a palha no chão  decepcionado devido ter inutilizado aquele boneco.

-Droga!- Exclamo apoiando minhas mãos em minha cintura. Ergo minha cabeça olhando para o céu. Com certeza seria uma visão linda, porem involuntariamente meus olhos ficam  semi-cerrados e minhas sobrancelhas se abaixam ficando próximas a outra. Que Sol forte!  Aqui está calor até para um camelo!

-Arf!- respiro fundo voltando meu rosto para frente e sigo para a sala de bonecos para pegar um novo. No local vejo vários bonecos para treinos e até mesmo outros tipos de alvos para armas de arremesso. Pena que não tem ninguém da família segundaria aqui nesse estoque, mas na rua tem muito e neles não pode bater, que injustiça! Pego um boneco carregando ele para o patio e coloco o mesmo no local onde o antigo boneco estava, ficando 1 metro de distancia dele.

-Pronto!- Falo para dar inicio ao meu treino. Agora vai ser "Rotação sobre Oito Trigramas"... A maioria dos nomes tem "Trigramas", que merda hein, quem fez não tinha muita criatividade!

Em pé, afasto minhas pernas uma da outra. Fecho meus olhos levemente ignorando o resto para eu me focar em meu chakra e na técnica. Respiro inalando o ar através de minhas cavidades nasais e soltando-o pela minha boca, mantenho a respiração calma e equilibrada.
Com olhos fechados e respiração calma e controlada, concentro me em meu chakra. Sinto o meu chakra, que é composto por energia física e mental, impossível não ser composto por eles. Sinto-o fluir em meu corpo, precisamente em minhas veias circulatórias, mesmo presente em cada célula do corpo, mas precisamente, nas veias onde poderei canaliza-lo através dos pontos de chakra conhecidos como Tenketsus.

O meu movimento a seguir seria de alguma forma projetar todo o meu chakra num único movimento expansivo para contornar meu corpo espiritualmente com uma especie de cupula de Chakra que em um movimento circular de meus braços, haveria a deslocação esférica como um tornado, meu chakra iria rodar junto com meu corpo, mas eu manteria meus olhos fechados enquanto concentrava meu Chakra em volta de meu corpo, transformando aquela fina camada de energia naquela planejada esfera de chakra...

Caracteres: 2397 Palavras: 400

Rotação sobre Oito Trigramas

Categoria: Kekkei Genkai
Dificuldade: C
Custo: 80
Dano: 5
Notas: O movimento de rotação se espalha até dois metros de raio do usuário.
Descrição: Ao liberar uma enorme quantidade de chakra de todos os pontos de chakra no corpo, o usuário então gira rapidamente para projetar seu golpe, criando um escudo rotativo de chakra ao redor do usuário e lançando longe qualquer atacante próximo.




avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Campo de Treino - Shi

em Seg Jul 23, 2018 3:08 pm
Treinamento Efetuado
Status: 100% Aprovado 
+40 Experiência
"Ao rotacionar teu corpo, você consegue projetar seu chakra numa espiral que marca todo o solo ao seu redor, repelindo tanto o ar quanto a terra, onde durante um segundo, tu sente um vácuo ao seu redor..."
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Campo de Treino - Shi

em Qui Jul 26, 2018 10:50 am





Katsuki
Concluo minha técnica com exito rotacionando meu corpo projetando meu chakra. Sorrio levemente e fechando em minhas mãos em punhos lembro que o torneio estra próximo de começar, vou cochilar só um pouco para estar mais disposto para a minha luta.

Deito-me no pé da arvore e lá fecho meus olhos caindo no sono.




Conteúdo patrocinado

Re: Campo de Treino - Shi

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum