Relógio


Últimos assuntos
Quest - Esquecendo OQua Ago 01, 2018 2:24 pmKayn
RP - Contando PalitosTer Jul 31, 2018 1:42 pmYue Yang
RP - Apenas por AiSeg Jul 30, 2018 7:24 amSparkle
Campo de Treino - PashSeg Jul 30, 2018 7:07 amSparkle
Salão de AberturaDom Jul 29, 2018 8:01 pmSparkle
Parque da VilaSex Jul 27, 2018 2:17 pmKuni
Resultado: Teste GeninQui Jul 26, 2018 10:38 pmSparkle
Aula 5: ClonagemQui Jul 26, 2018 6:31 pmPash
Bosque Qui Jul 26, 2018 4:00 pmSparkle

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Terrenos Baldios

em Dom Mar 25, 2018 9:22 pm

Embora seja uma grande aldeia, a Vila da Folha possui bastante espaço vazio aos arredores e nas proximidades dos muros, por tal motivo sobra bastante espaço para equipes ninjas treinarem!

Os campos que contornam a área residencial e se aproximam dos muros da vila são dos mais variados tipos, colinas verdes, pequenos bosques, campos com lagos etc...

Cada Shinobi pode ter seu próprio espaço, ou o compartilhar com alguém, sendo assim, a privacidade é um dos pontos fortes daqueles que treinam nos terrenos baldios da vila!

A criação de um Tópico Privado é permitido, basta criar um tópico com algum nome que remeta a sua propriedade como "Campo de Treino de Convidado" e pronto.
avatar
Konoha: Estudante
Konoha: Estudante

Status Ninja
Vida:
240/240  (240/240)
Chakra:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Dom Abr 08, 2018 1:13 pm
Já faz um ano... Quando fecho meus olhos consigo ver aquela cena em minha mente, há chamas espalhadas por todos os lados, árvores em fachos de luz enquanto a lua brilhava forte, os bandidos estavam todos empilhados, uma figura sorria e gargalhava em três longos "ha's", ele era incrível e de alguma maneira sabia meu nome! "Você está bem, Jovem Midoriya?"

Quando suas palavras ecoam em minha mente, abro os olhos e me situo nos campos da vila, já faz um ano que eu disse para mãe que finalmente aprendi a sentir meu Chakra, eu nunca contei a ela sobre o ocorrido, mas eu a orgulharei, por isso estou aqui!

Me levanto sentindo o forte sol contra minha pele, um leve frio na barriga era resistido pois minhas mãos se fechavam com força! -Vou conseguir!- e agora caminho diretamente pelos campos, mirando o centro da vila!
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Seg Abr 09, 2018 5:32 pm
As vezes só o que preciso é  de um local calmo para sentir o calor do sol... Mas sempre que não  mantenho minha mente focada me pergunto onde estaria meu irmão,  faz um tempo que não o vejo, fico preocupado.

Caminhando rumo  ao terreno baldio e la deparo com uma figura familiar qual estava deixado o local. Não  era alguém importante,  mas não  consigo deixar de perguntar - Você  estava treinando? -
avatar
Konoha: Estudante
Konoha: Estudante

Status Ninja
Vida:
240/240  (240/240)
Chakra:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Seg Abr 09, 2018 6:42 pm
Já virava minhas pernas para sair do local quando vejo Kachan, um garoto do Clã Uchiha o qual sempre teve meu respeito, embora provavelmente ele não deva ter o mesmo por mim... Sua pergunta me deixa um tanto sem graça, pois frio e direto me questionava se estava treinando, quando na verdade eu só estava matando o tempo...

-E-eu? Não!- Digo, acho que um pouco alto demais por estar nervoso e sem graça diante dele, -M-Mas e você, Kacchan? Vai se registrar na academia ninja?- Não era novidade saber que era um de meus sonhos me formar na academia, era para onde eu estava indo, mas pergunto por educação e curiosidade.
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Seg Abr 09, 2018 7:45 pm
Diante de tal situação acho que passou despercebido que o Jovem falava consigo mesmo...  Mas que idiota!  Relevo tal coisa e continuo o assunto. O Garoto nega estar treinando, gaguejando e sem graça respondia e também fazia uma pergunta logo em seguida.  - Hm. Eu vou, mas você deveria desistir, um fracassado  sempre será um fracassado - respondo o jovem num tom frio sem dar muita emoção  a fala. Parecia estar sendo grosseiro,  mas é verdade,  não  é por nada que seu apelido é Deku. Eu poderia muito bem dar continuidade à  conversa,  mas não  quero ser visto conversando com um perdedor como Deku.  Sem mais enrolação  sigo meu caminho sentando-me na grama esperando Deku sair para assim eu fazer um leve treino.
avatar
Konoha: Estudante
Konoha: Estudante

Status Ninja
Vida:
240/240  (240/240)
Chakra:
0/0  (0/0)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Ter Abr 10, 2018 2:17 pm
Ele sempre agia com desprezo, era incrível, mas eu sempre o via com respeito, além dele ser um Uchiha, suas habilidades estavam acima da média, diferente do pouco que eu conseguia fazer, a resposta dele me deixa triste, mas eu rio por dentro ficando com uma feição sem graça... -Heh?-

Me viro para Kacchan, observando sua silhueta de costas, respiro fundo e ergo meu braço direito, fechando meu punho enquanto respiro lentamente... -Eu ficarei forte, te vejo como um rival, uma meta! Eu quero lutar com você algum dia- Não era para ele ouvir, mas as palavras eram minhas e eu as dizia para mim mesmo... Nesse instante já me virava para deixar o local!
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Ter Abr 10, 2018 5:34 pm
Ao dar as costas para Deku e ignorar suas palavras, senti que alguém ali a mais tinha falado algo... Coisa da minha mente, ou o som de um verme inútil imprestável, coloco meu dedo mendinho em minha orelha, precisamente na sua parte conhecida como concha e lá giro meu dedo retirando um pouco de cera.
Sento-me na grama, sentindo o calor do sol ao bater em minha pele acompanhado de uma leve brisa do vento que fazia meus cabelos balançarem. Ficava na aquela situação por 30 segundos quando tomo iniciativa, - Vamos lá! - Digo num tom animado para começar meu treino.

 Fico de pé e me espreguiço alongando minha coluna e braços. Após o leve alongamento deito-me de bruços na grama, mantenho meus pés próximos um do outro assim como minhas pernas. Concentro o peso no meu peito colocando as palmas das minhas mãos sobre a superfície de grama verde. As palmas estavam próximas dos níveis dos ombros e com os cotovelos virados para traz.
Apoio meu peso nas mãos e pés. Com o corpo em posição de "prancha", mantenho minhas mãos com pouca distancia entre o ombro, para assim manter equilibrado tanto meu trabalho peitoral tanto com o braçal.
Abaixo meu torso em direção ao chão ficando um palmo de distancia, os meus cotovelos num angulo de noventa graus, mantendo-os próximos ao meu corpo dando-me mais resistência. Faço isso sem abaixar o quadril.
Elevo-me novamente tentando empurrar o chão com a força de meu ombro e peito, ao me elevar contraio meus tríceps. Estico-me até o meu limite, ou seja, até meus braços ficarem esticados. Faço repetições de tal ato, em media umas 40 vezes.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Qua Abr 25, 2018 1:47 pm
Treinamento Efetuado
Status: 1% Reprovado
+3 Experiência
"Você realiza um treino de maneira desleixada, ainda não tinha a coordenação e corpo necessários para um treino completo, além da inexperiência para treinar o próprio corpo, por tal motivo acaba não sendo efetivo..."
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Ter Maio 01, 2018 11:50 am
Enquanto eu seguia para para os Terrenos Baldios, refletia sobre o meu resultado resultado na academia, algo que não me agradará tanto, esperava mais!
- Hm! Medíocre! - digo num tum exclamativo demonstrando minha raiva sobre o que disseram do meu desempenho. Eles não sabem o que dizem! Vou melhorar antes de me apresentar ao Daimyo, ou Daymio ou não sei como se diz corretamente, suspeito que seja Daimyo.
Está escuro, mas não vai chegar uma criatura aqui e tentar me atacar aqui, estou em território da vila, há guardar por aqui.  Alias, não está escuro o bastante, pois hoje o céu brilha por causa das estrelas! O clima também não é de se questionar, não está quente, nem muito frio, eu o definiria como Agradável.
Antes de qualquer coisa, olho o chão em volta onde estou prestes a realizar meus treinos, a procura de cobras, aranhas ou coisas que atrapalhem, num lugar com essas coisas, não treino, teria que procurar outro.
Ainda não sei como não conseguir efetuar a canaliz... Respiro profundamente, não devo ocupar minha mente com coisas inúteis quais ocorreram no passado, devo esquecer essas coisas e focar no agora, que é o que importa!

Mantenho meus olhos abertos, mas ignoro tudo que eu estava vendo. Sento no chão e com as pernas estendidas, mantendo a minha  coluna ereta e os meus braços repousando ao lado do meu corpo. Dobro o joelho direito em direção ao meu peito, fazendo com que a planta do pé direito esteja voltada para cima, apoiando-a sobre a dobra do quadril. Agora, dobro o joelho esquerdo para cruzar o tornozelo esquerdo sobre a panturrilha direita. A parte superior do pé esquerdo, da mesma forma, se mantem apoiada sobre a dobra do quadril e com sua planta virada para cima. Aproximo os joelhos o mais confortável  possível. Repouso as mãos em meus joelhos com as palmas voltadas para cima, unindo o polegar e o indicador de cada mão. Esticando os outros dedos, mantendo-os unidos (posição de Lótus).
Agora devo focar em meu objetivo... O controle do chakra, claro que será difícil ter total controle dele, pois poucos Ninjas devem manipula-lo completamente com seu total potencial. Chakra...  É essencial para realizar para realização de qualquer jutsu dês dos básicos aos avançados. Presente em cada célula de nosso corpo, é moldado por uma mistura de energia, pelo que sei, a energia física. É claro o que devo fazer, e a maneira de como fazer também é simples, da ultima vez eu apenas não me concentrei o bastante, talvez pela pressão de todos ali presente. Ouço o som da minha respiração, que era lenta, onde eu inalava o ar por minhas vias respiratórias e o liberava por minha boca...
Com essa situação de paz, pude sentir meu chakra circulando em meu corpo, era como se formigasse, não ao ponto de incomodar. Concentro-me em tal energia canalizando-a, qual era pura, e então através dos meus pontos de chakra, libero-o numa pequena quantidade, assim projetando-o ao meu redor.

 
Spoiler:
Canalizar Chakra

Dificuldade: E
Efeito: Principio Básico para o Uso de Jutsus
Descrição: Chakra é a energia espiritual interna, aprender a usá-la como parte de si é um dos princípios básicos de um Ninja, assim como desenvolver a capacidade de projetar chakra por seu corpo.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Qui Maio 03, 2018 1:34 am
Treinamento Efetuado
Status: 100% Aprovado 
+5 Experiência
"Após falhar na academia, sozinho você treina e recupera o esforço desperdiçado, sentindo em seu corpo a energia fluir..."

═════════════════════════════

avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Qui Jun 28, 2018 7:32 pm
Eu infelizmente me encurvei... Todos fizeram isso. Orochi, dizem ser o "verdadeiro Deus", mas quem disse que precisamos realmente de um deus, penso que o proposito da folha que é cair, mas ela conclui seu objetivo por que deus quis? Ou será que é simplesmente porque ao se desprender de seu galho, a gravidade fez ela cair... Não precisamos que deuses sejam ou possuam a resposta, eles são reais se acreditam neles. Para mim são apenas pessoas idiotas que ouviram alguém falar de um "Deus', e essa pessoa se nomeia um profeta, são cegas. Elas me irritam com tal atitude, alguém tem que para-los! Meus pensamentos estão como um rio turbulento nesse momento... Eu tenho que fazer algo, não vou fazer uma missão para esse governo corrupto. Vou treinar para ficar forte e derrotar esses "seguidores de Orochi".

Terrenos Baldios, vai ser aqui mesmo! Sempre foi. Aqui que ocorrem meus treinos, mas esse vai ser diferente, concentrar chakra ou até mesmo treinos físicos são uma coisa, o jutsu que vou aprender será bem diferente. Um uchiha só é considerado um uchiha quando ele aprende sua primeira técnica de Fogo. Jutsu Bola de Fogo é meio que o padrão entre Uchihas.

Suspiro fundo, é uma técnica complicada, seis selos de mão, tenho que concentrar meu chakra interior amassando-o em meu interior convertendo em Katon e expulso por minha boca em forma de uma esfera. Pelo menos é isso que está escrito nos livros da biblioteca Uchiha, e quando meu pai tentava me explicar ele apenas lia o que estava escrito, e não falava de uma forma simples.

Fecho meus olhos e respiro fundo, sinto o meu chakra fluir em meu corpo, passando por todas minhas veias circulatórias. Enquanto canalizo meu chakra devo fazer os selos de mão. Primeiro o selo cobra, que eu apenas cruzo meus dedos em uma mão fechada como se "orasse". Bode agora, deixo junto minhas mãos mantendo meus dedos indicadores e centrais eretos enquanto mantenho meus dedos anelares e mínimos da mão direita cobrindo o da esquerda. O selo macaco não sei descrever como efetuo-o, eu apenas faço! Agora o selo javali, faço como o selo da cobra, junto minhas mãos, porém não cruzo meus dedos, deixo eles encostados uns nos outros e viro minha mão para baixo. Para efetuar o selo cavalo eu viro minhas mãos uma para a outra como se eu fosse uma mão fosse socar a outra, então cruzo meus dedos com exceção do dedo indicador e polegar, onde com os indicadores encosto as postas deles fazendo uma piramide. E por ultimo, o selo tigre que efetuo como o selo bode, só que meus dedos anelares e mínimos se cruzam entre eles. Concentro meu chakra amaçando-o dentro do meu corpo e o converto em natureza de fogo e, em seguida, abro a boca e tento expelir uma bola flamejante.

Oito Trigramas Ofensivos 64 Golpes

Categoria: Kekkei Genkai
Dificuldade: B
Custo: 60
Poder: 2
Descrição: Dentro do círculo das oito trigramas, o usuário recebe uma carga de energia, tendo em vista um alvo único, o usuário inicia uma sequencia ofensiva, forçando seu oponente pelo próximo turno, perder sua ação de ataque, caso o usuário atinja ao menos três tenketsus de seu alvo, seu chakra será bloqueado por dois turnos..
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Qui Jun 28, 2018 7:58 pm
Treinamento Efetuado
Status: 43% Aprovado 
+22 Experiência
"Após efetuar os selos de mão, tu começa a cuspir uma grande quantidade de chamas, porém seu corpo se enfraquece e tu começa a perder a consciência, desmaiando no local..."
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Sex Jun 29, 2018 11:42 am
Abro meus olhos, vejo um tom vermelho carmesim, é o céu de da vila. Sento no chão coço minha cabeça olhando em volta, O que? Droga... Eu desmaiei? Lembro que efetuei um jato de fogo, então acho que conclui o jutsu. Não... Foi um jato de fogo e não uma bola. Mas que droga, eu desmaiei de fome, cansaço ou por falta de chakra? Não importa agora, vou tentar efetua-la novamente para ver se realmente aprendi. Me sinto até mal... Sou uma desgraça para o meu clã, uma desonra de irmão... Posso até fazer sepuku que não vão nem ligar! Queria que você estivesse aqui para me guiar, ensinar...
Segunda tentativa ai vou eu, para ver o resultado de verdade, fico de frente para uma arvore, que se eu conseguir efetuar a técnica, ela vai ficar queimada ou com um buraco. Isso vai ser apenas um seguro caso eu desmaie novamente. Espero que não desmaie, posso ser roub... Checo meus bolsos para ver se tudo estava ali, Kunai, Shurikens e... Dinheiro. Ok! Posso me concentrar de verdade na técnica, se faltasse algo eu ficaria puto da vida.

Devo ter desmaiado por não ter controlado o chakra direito, Vou tentar fazer como antes, mas sem ficar em lótus. Em pé, afasto minhas pernas uma da outra. Fecho meus olhos levemente ignorando o resto para eu me focar em meu chakra e na técnica. Respiro inalando o ar através de minhas cavidades nasais e soltando-o pela minha boca, mantenho a respiração calma e equilibrada.

Com olhos fechados e respiração calma e controlada, concentro me em meu chakra. Sinto o meu chakra, que é composto por energia física e mental, impossível não ser composto por eles. Sinto-o fluir em meu corpo, precisamente em minhas veias circulatórias, mesmo presente em cada célula do corpo, mas precisamente, nas veias onde poderei canaliza-lo através dos pontos. Enquanto canalizo meu chakra devo fazer os selos, são essências. A quantidade necessária de chakra para executar uma técnica é manipulada pelos selos de mão. Para cada técnica há diferentes sequências de infinitas combinações de selos, o que requer memorização, deve ser bem difícil ser um ninja com vários jutsus... Muitos selos!  Mas se eu for shinobi experiente como meu irmão, vou poder usar menos selos ou até usar apenas um, ou até não precisar de selos nas tecnicas. Incrível!

Primeiro o selo cobra,  para efetuar o mesmo, eu apenas cruzo todos meus dedos em uma mão fechada como se "orasse", não  sou religioso mas sei como é.Sem muita demora, rapidamente tenho que efetua seguido os outros selo, e o proximo é o selo bode. Para fazer ele, deixo junto as palmas de minhas mãos mantendo meus dedos indicadores e centrais eretos enquanto mantenho meus dedos anelares e mínimos da mão esquerda cobrindo o da direita, poderia fazer os da direita sombre os da esquerda, mas sempre fiz assim e deu certo. O próximo é o selo macaco onde coloco uma palma da mão sobre a outra e o dedo minimo entre o polegar e o anelar! Agora o selo javali, ele é semelhante como o selo da cobra, junto minhas mãos, porém não cruzo meus dedos, deixo eles encostados uns nos outros e viro minhas mãos para baixo. Para efetuar o selo cavalo eu viro minhas mãos uma para a outra como se eu fosse uma mão fosse socar a outra, então cruzo meus dedos com exceção do dedo indicador e polegar, onde com os indicadores encosto as postas deles fazendo uma piramide. E por ultimo, o selo tigre que não pode faltar, pois ele é usado geralmente em jutsus de fogo. Para efetua-lo, faço como o selo bode, só que meus dedos anelares e mínimos se cruzam entre eles. Concentro meu chakra amaçando-o dentro do meu corpo e o converto em natureza de fogo e, em seguida, abro a boca fazendo um "bico" e tento expelir uma Bola de Fogo.


Informações:  653 Palavras 3662 Personagens

Oito Trigramas Ofensivos 64 Golpes

Categoria: Kekkei Genkai
Dificuldade: B
Custo: 60
Poder: 2
Descrição: Dentro do círculo das oito trigramas, o usuário recebe uma carga de energia, tendo em vista um alvo único, o usuário inicia uma sequencia ofensiva, forçando seu oponente pelo próximo turno, perder sua ação de ataque, caso o usuário atinja ao menos três tenketsus de seu alvo, seu chakra será bloqueado por dois turnos..
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Sex Jun 29, 2018 11:57 am
Treinamento Efetuado
Status: 92% Aprovado 
+42 Experiência
"Depois de acordar, você, um bocado desnorteado, se levanta na tentativa de retornar à treinar, dessa vez, ao realizar os selos e efetuar sua técnica, uma esfera flamejante se punha a surgir na sua frente, iluminando o ambiente enquanto exclamava um ruído estrondante! Porém, por algum motivo, as chamas fraquejavam e se dissipavam..."

Subiu de Nível! 3 Pontos de Atributo Acumulados
avatar
Konoha: Chunin
Konoha: Chunin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Sex Jun 29, 2018 2:31 pm
Após concluir meu jutsu, não com tanto exito, pois ela se dissipou-se no ar antes mesmo que chegasse no alvo, que seria uma arvore qual permanece intacta. Meu ainda chakra é baixo de mais para esse jutsu, terei que descansar toda vez após o uso? Que merda, em combate vou ter que usa-lo apenas em ultimo caso, como se minha vida dependesse do jutsu. Então vou ter que usar armas e até mesmo apelar para socos e chutes. Infelizmente não sei nenhuma arte marcial, então lutarei o máximo e melhor que puder, mesmo que eu pareça um idiota na luta, se eu ganhar tudo bem. Tenho que me fortalecer de outra maneira... Já sei! Ontem tentei malhar, mas infelizmente não obtive tanto resultado, lembro que fiz de maneira desleixada as 40 flexões, se eu diminuir a quantidade e aumentar a frequência terei um resultado ótimo, vou ficar maromba!

Para evitar lesões devido aos meus desleixo devo me alongar. Ainda em pé, coloco o dorso de minha mão direita na curva de minha costa. Posiciono minha mão esquerda sobre meu cotovelo, e cuidadosamente pucho-o para frente um pouco antes do limite, em seguida repito isso trocando as funções das minhas mãos. Estico meu braço direito para cima dobrando o cotovelo e depois coloco o antebraço para baixo, atrás da cabeça e entre as omoplatas. Estico o braço oposto, ou seja, o braço esquerdo, para cima e pego o cotovelo erguido puxando-o cotovelo na direção da cabeça. Repito com o outro braço as mesmas coisas. Em seguida giro meus braços em sentido horário e anti-horário, 4 vezes cada. Junto as pernas "colando" uma na outra e movendo a parte superior do meu corpo apenas tento alcançar a ponta de meus pés com minhas mãos esticando meu braço para baixo, claro que se eu não conseguir, mantenho me no meu máximo possível por 10 segundos. Está bom por enquanto, não preciso de muito, o resto das coisas é inútil.

Primeiro abdominais! Deixo-me de barriga para cima com as costas na grama. Flexiono meus joelhos fixando meus pés no chão deixando um espaço entre minha bunda, meu pé e joelho de um triangulo. Cruzo meus braços deixando minhas mãos em meu peito, como alguém é colocado em seu próprio caixão. Forçando os músculos do abdômen ergo meus ombros ficando com a parte da cintura para cima erguida fora do chão. Devo citar também que ao subir expiro, em seguida desço levemente meu corpo voltando a posição original, antes de subir relaxo os abdomens. Repito tal atos 10 vezes.

Agora flexão! Deito-me de bruços na grama, mantenho meus pés próximos um do outro assim como minhas pernas. Concentro o peso de meu corpo no meu peito colocando as palmas das minhas mãos sobre a superfície de grama. As palmas estavam próximas dos níveis dos ombros e com os cotovelos virados para traz.
Apoio meu peso nas mãos e pés. Com o corpo em posição de "prancha", mantenho minhas mãos com pouca distancia entre o ombro, para assim manter equilibrado tanto meu trabalho peitoral tanto com o braçal.Abaixo meu torso em direção ao chão ficando um palmo de distancia, os meus cotovelos num angulo de noventa graus, mantendo-os próximos ao meu corpo dando-me mais resistência. Faço isso sem abaixar o quadril.
Elevo-me novamente tentando empurrar o chão com a força de meu ombro e peito, ao me elevar contraio meus tríceps. Estico-me até o meu limite, ou seja, até meus braços ficarem esticados. Faço poucas repetições comparado a ultima vez,  para não diminuir muito faço 15 repetições dessa vez.

Como estou cansado e meu chakra baixo, agora voluntariamente vou dormir! Procuro alguma arvore e deixo-me encostado nela numa maneira confortável e na sua sombra e lá durmo.


Palavras: 634
Caracteres: 3594
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Sex Jun 29, 2018 2:52 pm
Ignorar Porcentagem Inserida por Zatch, novo calculo de porcentagem no Treino Físico!

Treinamento Efetuado
Status: 43% Aprovado 
+20 Experiência
"Numa nova sessão árdua de treino físico, tu sente dores fortes, mas o seu suor derramado te faz ficar orgulhoso em ver indícios de músculos crescendo em seu corpo..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Seg Jul 02, 2018 6:01 pm
Eu acordava com o som do galo cantando, era manha, minha respiração estava ofegante, meu corpo estava suado, e os raios de sol refletiam em meu suar no pescoço, eu havia tido um grande pesadelo, aquele simbolo estranho, jashin, minha luta contra Bob, tudo isso estava me deixando louco, meus musculosa estavam tensos parecia que eu estava pronto para entrar em combate, minha cabeça doía, respirando fundo tomo impulso com minhas pernas e me levanto de minha cama, vestia minhas roupas, escovava meus dentes e tomava meu café, ate que sou interrompido por um som de bateção, saio correndo e vou ate a janela, era uma mulher que pregava nas paredes a mais nova novidade, o Chunin Shiken estava chegando, meu coração se enche de esperança, era a oportunidade perfeita de mostrar o quanto eu vinha evoluindo deis de minha academia, terminando meu café, saia do meu quarto e ia perambular pela vila, ate que lembro-me de minha técnica, que eu vinha trabalhando, ela finalmente estava começando a tomar um corpo, isso é ter seu real sentido, porem ainda não estava completa, eu deveria continuar seu treinamento, ate aperfeiçoar a mesma, de maneira que esteja completo, o chunin shiken era a desculpa que eu precisava para pegar firme em meu treinamento, andando com passos calmos começo a ir em direção a os campos livres de konoha, onde eu poderia treinar sem muita demora, e sem prejudicar ninguém, em quanto caminha via pessoas pendurando bandeiras com o simbolo de orochi, estatuas para todo o lado da vila, esse era um ponto a eu investigar mais tarde, mas agora meu foco deveria ser o treinamento, pelo que eu tinha lido no cartas pessoas do pais da água iram vir, eu tinha de mostrar o quão forte Konoha era, apos muito andar chego no campo, la eu começo a me aquecer para não adquirir nem um tipo de espasmos muscular, começo então a me alongar, de uma maneira simples sem dobra meus joelhos toco com a ponta dos dedos das minhas mãos nos dedos dos meus pés, e fico nessa posição desconfortável por 5 segundo, depois estico meus braço e alongo minhas pernas, finalmente eu estava pronto, eu sabia que dessa vez o treinamento seria mais puxado, da ultima vez meu corpo me fez cair no chão de cansaço, mas isso não iria me impedir agora, me colocando em posição de combate e começo a me prepara para fazer os selos, dessa vez eu utilizo o que aprendi na academia ninja sobre canalização de chakra, assim seria mais facil a movimentação de minha energia espiritual pelo meu corpo, levo minhas mãos ate a altura de meu peito de maneira que fiquem separadas, respiro fundo e faço o selo de Javali, meu chakra então começa a se agitar, aparentemente criava-se um elo a técnica e meu chakra sempre que eu fazia o selo da mesma, seguido disso, utilizo o selo cavalo, fazendo com que meu chakra se canalize na altura do meu pranchearas, e ainda por estar agitado devido o selo de javali, o mesmo torna-se comprimido, de terceiro instante utilizo o selo do tigre fazendo com que meu chakra pare de ficar agitado de uma maneira descontrolada e torne-se único fazendo com que ele rotacione-se para a direita, como quarto selo utilizo do selo do boi fazendo com que o chakra saia do meu corpo de maneira orquestrada pela minha mente com auxílio do meu olhar, e por ultimo mas não menos importante o selo do carneiro que faz com que o chakra tenha liberdade de se locomover por uma curta entestação, embora tenha sido mais fácil do que da ultima vez usar o chakra dessa maneira ainda me cansava muito, e era possível escutar minha respiração a 3 metros longe de mim, aina sem perder o dominio do chakra tento movimentar o mesmo para um um pequeno ninho de um joão de barro tento esticar meu chakra ate o mesmo que estava a aproximadamente 6 metros de mim, porem havia um problema meu chakra mal se esticava a 3 metros, formando o selo de tigre e fechando os olhso repiro fundo e mando uma quantidade de chakra um pouco maior do que da ultima vez, como se eu estivesse emendando o chakra com mais chakra criando assim um corpo espiritual maior, meu peito estava completamente molhado, gotas de suor desciam pela minha face, essa técnica tinha um efeito muito grande de cansaço no meu corpo.
 Abrindo meus olhos lentamente explodo o chakra que eu estava canalizando para aumentar o meu alcance da técnica, de maneira que utilizando o que eu aprendi na academia meu chakra torna-se um material moldável e fácil de ser controlado, e usando os ensinamentos da aula de clonagem falsa, a quantidade de chakra usada tinha de ser perfeita nem muito nem pouco, mais minha maestria de domínio sobre o chakra aprendido por min em minha missão, a energia espiritual do meu corpo então começa a se expandir cada vez mais, pouco a pouco, porem a cada segundo que eu segurava aquilo meu corpo mostrava-se mais próximo de chegar a fadiga, com meu esforços a técnica se mostro eficaz onde meu chakra consegue atingir o ninho, por um segundo noto que minha velocidade torna-se consideravelmente mais alta, por um segundo começo a tentar correr, porem nesse momento venho a cair no chão de cara, o cansaço tinha chegado a meu corpo, eu não iria conseguir levantar tão cedo dessa maneira, usando o resto de minhas forças viro meu corpo para ficar de barriga para o alto, porem algo estranho e notado por mim, minha blusa que tinha subido dois centímetros, deu par anotar um simbolo meio a vermelhado em minha barriga na localização do meu pâncreas, parecia uma raposa, mas logo ela vem a sumir, eu acredito que aquilo foi apenas uma miragem da minha cabeça devido o cansaço, então ignora por hora, olhando para o céu da manha fico ofegante descansando ali mesmo deitado no chãos, era um dia belo, o joão de barro então desce ate minha lateral direita, como se ele estivesse me observando, olho para o ninho dele então noto um filhote tão novo que nem todas as penas tinha nascido no pequeno ainda, porem ele pulava e esperneava, como se quisesse sua mãe ou pai, o mesmo então se joga sem medo da morte do seu ninho sua mãe apenas olho não mexe um único musco para salvar seu filho, que parecia que ia cair no chão arregalo meus olhos e tento mexer meu corpo para salva o mesmo mas meu corpo não deixa estava pesado de mais devido o cansaço, eis que o pequeno então bate suas assas e começa a voar, a mãe do mesmo olha para mim como se quisesse me dizer algo sobre aquilo e parte atras de seu filho, em quanto eu estava ali deitado começo a refleti sobre o fato ocorrido...      

Status:


1° Nanatsu no Taizai - Greed

Categoria: Deadly Sins
Dificuldade: A
Selos: Javali, Cavalo, Tigre, Rato, Boi, Carneiro
Custo: 150
Descrição: Após Efetuar os Selos de Mão, a Marca da Raposa toma conta do Corpo do Usuário, expandindo seu Chakra numa área de Oito metros até algum alvo ser Selecionado, uma marca igual irá surgir no corpo desse alvo, que ao longo do tempo terá algum atributo de si absorvido para a Marca Original


Controle de Chakra

Dificuldade: C
Efeito: -25% de custo nas técnicas
Descrição: Quando um Ninja produz Chakra, seu corpo filtra essa energia para o uso de jutsus, entretanto, um ninja sem o controle de chakra apropriado acaba gastando mais energia do que o necessário, assim o domínio total do controle aperfeiçoa seu racionamento de energia.

Canalizar Chakra

Dificuldade: E
Efeito: Principio Básico para o Uso de Jutsus
Descrição: Chakra é a energia espiritual interna, aprender a usá-la como parte de si é um dos princípios básicos de um Ninja, assim como desenvolver a capacidade de projetar chakra por seu corpo.


avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Seg Jul 02, 2018 6:22 pm
Treinamento Efetuado
Status: 68% Aprovado 
+21 Experiência
"Dessa vez, tua marca materializada em forma de selo te fazia sentir a existência de algo, aos poucos aquele vazio e dúvida se concretizava em um grande progresso para sua nova técnica..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Seg Jul 02, 2018 8:38 pm
Após longas horas deitadas no chão, olhando para o mesmo céu que as vezes parecia me encarar de volta, a energia começava a voltar ao meu corpo. Oh, eu estava faminto. Já era fim de tarde, não me restava muita escolha a não ser retornar para casa.

A cada dia de treino, aparentemente um novo progresso, entretanto, ficava cada vez mais cansativo para mim. Coloquei-me de pé e caminhei de volta para a vila, com os olhos sempre no chão. Alguns pareciam me olhar e se perguntar: Por que aquele garoto está tão abatido? Coitados! Mal sabiam eles que o meu dia havia sido mais produtivo do que eu mesmo havia imaginado. 

Passei em um pequeno restaurante para comer algo, o que, aliás, acabou me custando os olhos da cara. Enquanto terminava minha refeição, a imagem daquele pequeno pássaro veio a minha mente de novo. Pular sem nem mesmo pensar duas vezes? Pensando bem... acho que eu faria esse tipo de coisa. Terminando de comer, levantei e me retirei dali. Meu corpo ainda estava doendo um pouco, acho que eu precisava de uma boa noite de sono. E foi exatamente isso que fiz quando cheguei em casa, afinal, amanhã era um novo dia de treino.

Assim que preguei os olhos, estava em um lugar diferente. Havia um grande abismo diante de mim. Uau! Isso é tão alto! Nem mesmo conseguia ver o chão daquela altura. Enquanto olhava maravilhado para o fundo daquele abismo, uma voz soou atrás de mim.

- Você não vai pular? - A voz masculina perguntou com um ar irônico. - Se eu fosse você, eu pularia. Quase ninguém tem essa coragem.

Aquilo mexeu comigo. Sem nem ao menos olhar para de onde vinha aquela voz, eu pulei. Tantas emoções ao mesmo tempo. Tanta adrenalina. Segundos depois e eu já conseguia ver o chão, mas, por algum motivo, eu não havia me arrependido. De repente, eu estava voando. Voando em direção a uma luz bonita, diferente de tudo que eu já havia visto. Cada vez mais perto, mais perto e mais perto, até que nos tornamos um só. 

Só então, nesse exato momento, despertei de meu sonho. Estava em meu quarto novamente. Onde estão as minhas asas? Ah, espere... Foi apenas um sonho, que por sinal, havia revigorado minhas energias completamente. Levantei e corri direto para a porta de saída. Hoje era meu dia. Nada iria me impedir de conseguir dominar aquela técnica. 

Corri alegremente, fui em direção aos campos livres de Konoha. Assim que cheguei lá, respirei fundo. Que brisa boa essa tarde! Dei alguns pulos do mesmo lugar concentrando todos meus pensamentos positivos em um único objetivo. Treinar minha técnica.

Iniciei o aquecimento. O mesmo processo de sempre. Primeiro as pernas, esticando uma delas para frente e, sem flexionar os joelhos, estiquei uma de minhas mãos até tocar a ponta do pé, ficando naquela posição durante 10 segundos. Repeti o mesmo com a outra perna e logo parti para os braços. Entrelacei os dados, estiquei meus braços para cima e com a palma da mão virada para o céu, permaneci naquela posição durante alguns segundos. Dei um certo espaço entre minhas pernas, movendo os quadris de um lado para o outro. Sentia meus músculos completamente prontos para o treino.

Coloquei-me em posição de combate. Tudo o que eu deveria fazer aos poucos se organizava em minha cabeça. Respirei fundo uma última vez, me preparando para começar a fazer os selos. Novamente, a partir do que aprendi durante o tempo que passei na academia ninja, coloco em prática meus conhecimentos sobre canalização de chakra que me ajudaria muito na parte de movimentação da minha energia espiritual. Naquele momento, tudo que eu precisava era de extrema concentração, caso contrário, nada sairia como o esperado.

Estava tão focado em manter o controle sobre mim mesmo, que só percebi quando minhas mãos já haviam formado o selo Javali sem que eu mesmo notasse. Nada mais a minha volta importava. Estava sentindo aquela mesma ligação entre o selo e a técnica e, para completar toda aquela gama de sensações, meu chakra começava a se agitar, como quase sempre acontecia. 

Em uma fração de segundo, o selo Cavalo levou todo meu chakra a região do meu pâncreas. Eu conseguia sentir todo ele canalizado ali e, por um breve momento, me dei ao luxo de sorrir durante tudo aquilo. Devido a tamanha agitação do meu chakra, poderia sentir o mesmo tornar-se um tanto mais comprido. 

Dando continuidade ao conjunto de selos, faço um movimento rápido ativando o selo Tigre. Toda aquela agitação de antes havia não existia mais. Meu chakra havia se tornado único e, nesta nova forma, ele se movimentava para o lado direito de meu corpo. Agora era o momento. Estava na hora de dar o próximo passo.

Ativando o selo Boi, meu chakra se desprende de meu corpo, sendo guiado pela minha mente. Com os olhos fixos, eu continuava a tentar indicar para onde ele deveria ir. 

Por fim, utilizo o selo Carneiro. Finalmente meu chakra estava liberto. Agora, eu já conseguia move-lo por alguma determinada extensão. Aquela era a parte mais difícil, eu precisava dar tudo de mim. Eu vou dar tudo de mim! Foco meus olhos naquele mesmo alvo da manhã anterior. Aquele mesmo ninho de joão-de-barro que, por sinal, parecia estar abandonado. Ele parecia ainda mais distante hoje hoje, estava a uns 7 a 8 metros de distância de mim, todavia, ainda sim, algo me dizia que eu ainda sim eu iria alcança-lo.

"Quase ninguém tem essa coragem" A voz que falou em meu sonho ontem a noite, soou em minha cabeça naquele momento. Apertei meus olhos, sentindo uma dor imensa em meu corpo. Forcei minha mente, meu espírito, meu corpo... tudo aquilo que fazia parte de mim. Eu não vou desistir! 

Foco em minha respiração e, dessa vez mando uma quantidade consideravelmente maior de chakra, unindo essa mesma quantidade àquela que eu já havia mandado anteriormente. Era quase como emendar uma corda a outra por meio de um nó, dando uma maior extensão ao comprimento de meu chakra. 

Gotas de suor se misturavam com uma pequena lágrima que escorreu de meu olho durante tudo aquilo. Abri lentamente meus olhos, soltando a respiração. Usufrui de toda aquela sensação e explodo todo aquele chakra que estava canalizado, aumentando ainda mais o alcance de minha técnica, tentando aplicar tudo aquilo que eu sabia sobre a maneira como consigo tornar meu chakra mais maleável e um tanto mais fácil de se controlar. Tudo isso somado a mestria que eu havia adquirido até hoje em relação ao domínio de chakra. Pouco a pouco, o chakra começava a ter ainda mais comprimento, e quanto mais perto do ninho eu estava, mais perto de atingir o limite do meu corpo e mente eu estava. Faltava tão pouco. Só mais alguns centímetros e eu conseguiria alcança-lo. Até que então, a falha novamente.

Quando me dei por mim, estava de joelhos no chão. Meu corpo tremia, meu sangue fervia dentro do corpo e a respiração, bem, por um momento pensei ter parado de respirar. Eu não sabia classificar aquilo como um retrocesso ou um avanço. 7,5 metros! Faltou tão pouco! Usei o último vestígio de minha força para socar o chão. Outra lágrima escorreu de meus olhos. Decepção? Talvez.

Me levantei devagar, respirei fundo e fiquei em posição de batalha novamente. Eu não pararia por ali. Javali, Cavalo, Tigre, Boi, Carneiro. Lá estava meu chakra pronto para ser expandido novamente. O cansaço já não era mais minha prioridade, eu estava concentrado demais para focar nele. Quando tentei mandar mais chakra, senti uma dor imensa em meu pâncreas, o que me fez gritar com todas as minhas forças.

Lá estava eu, no chão novamente. A dor continuava a persistir naquele local. Rapidamente levantei minha blusa e lá estava ela, a mesma marca de raposa que eu pensava não ter visto realmente da última vez. Agora, a marca estava bem mais aparente, impossível ser uma miragem. Passei a mão sobre ela e, de repente, ela não estava mais ali. O que era aquilo? Pensei comigo mesmo ainda olhando para minha pele. A dor havia sumido, mas, em compensação, eu estava exausto.

Quer saber? Acho que eu estava pensando demais. Não era uma falha que iria me fazer parar. Talvez eu fosse um pingo de chuva que esta caindo pronto para se juntar ao oceano e, finalmente, fazer parte de algo que seja maior do que eu. É exatamente isso que eu quero ser um dia, parte de algo maior do que eu. Um lugar onde todos os pingos de chuva se tornam um só, uma coisa maior que todos eles. 

Deitei para trás sentindo o chão  minhas costas e permaneci ali, olhando para o alto, continuando a observar o céu.

Status:


1° Nanatsu no Taizai - Greed

Categoria: Deadly Sins
Dificuldade: A
Selos: Javali, Cavalo, Tigre, Rato, Boi, Carneiro
Custo: 150
Descrição: Após Efetuar os Selos de Mão, a Marca da Raposa toma conta do Corpo do Usuário, expandindo seu Chakra numa área de Oito metros até algum alvo ser Selecionado, uma marca igual irá surgir no corpo desse alvo, que ao longo do tempo terá algum atributo de si absorvido para a Marca Original

avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Seg Jul 02, 2018 8:57 pm
Treinamento Efetuado
Status: 86% Aprovado 
+27 Experiência
"A cada sessão de treino aquela marca ganhava mais tonalidade e intensidade, olhando para ela tu sente que a única coisa que falta é o aperfeiçoamento e a dedicação para a tornar realidade..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Ter Jul 03, 2018 11:04 am
Mais uma vez eu acordo suado e ofegante, meus músculos estavam tenso, Bob de novo e o maldito símbolo, que não saia da minha cabeça, porem dessa vez eu não lembrava do meu sonho por mais que eu me esforçasse.
Respiro fundo e levanto-me de minha cama em um impulso dado com minhas pernas, eu deveria estar feliz eu finalmente estava começando a dominar minha técnica, não viria a demorar muito para ela estar completa, uma vez em pé coloco minhas vestes e saio do quarto.
Caminho em direção aos campos limpos e verdes onde eu estava treinando anteriormente, caminhava sorridente cumprimentando todos ao meu redor com um “-Bom dia” seguido de um sorriso radiante, os símbolos de Orochi ainda se encontravam lá mas eu não entendia o porque, porem eu não questionava não queria ter o mesmo destino do garoto da minha sala.
Fico quinze minutos andando ate que chego ao meu campo de treino, era belo noto nos céus o pequeno joão de barro e sua mão voavam sem medo, o jovem pássaro tinha finalmente dominado os ventos a seu gosto, feito esse que me inspira a querer atingir meus objetivos também.
Ando 4 metros a minha frente e tiro minha camisa ficando vestido apenas com minhas roupas inferiores, uma vez sem camisa fico atento a localização da marca, que sempre vem a aparecer na altura do meu pâncreas.
Colocava-me em posição de combate, flexionando meus joelhos em noventa graus, seguido de um movimento rápido com minhas mãos que ficam na altura do meu peito formo o selo de javali, fazendo com que meu chakra agite-se de maneira aleatória.
Seguido faço o selo de cavalo, isso faz com que meu chakra tome um rumo rotacional para a direita e se centralize em meu pâncreas, e uma forma avermelhada começava a surgir, porem ainda sua cor era fraca.
Faço então o selo de tigre que mostra-se eficaz para a canalização do chakra de maneira que eu esteja sempre mandando pequenas descargas de minha energia espiritual, sempre alimentando a rotação, logo tento o alcance maior para a técnica quando a executar.
Sem perder o ritmo faço o selo do rato, que faz meu chakra canalizado se impulsionar para fora do meu corpo, de maneira que esse chakra seja exalado de meus tenketsus, que estavam em constante trabalho para a confecção do jutsu.
Após isso faço o selo do Boi, tendo assim uma reação em minha energia espiritual onde a mesma começa a se alto emendar fora do meu corpo, fazendo assim com que o chakra exalado não se esvaia para outros fins que viriam a desperdiçar o chakra.
E por ultimo faço o selo do bode que me da total domínio do chakra em meio a meu alcance, auxiliado de minha visão faço meu chakra andar ate os pequenos joãos de barro que voavam felizes.
Isso seria um novo desafio, pois eu nunca havia tentado usar essa técnica em um alvo em movimento, talvez esse ponto da técnica fosse o mais complexo.
Fazendo com que o chakra vá a direção dos animais penosos que sobrevoam o local, sinto um leve cansaço vindo do meu interior, porem não era como antes, era mais leve, algo que eu conseguia aguentar, então sem mais continuo a esticar meu chakra aos pássaros.
Uma vez que consigo o feito, sinto um bem estar em mim, como se eu estivesse mais leve, e por mais que eu estava com receio de tudo se repetir, impulsiono-me para frente com minhas pernas, porem ao fazer isso mantenho os olhos fechados.
E assim eu corria, quando abro meus olhos noto algo surpreendente eu estava muito mais rápido do que minha velocidade por conta, era uma sensação extrema de boa, porem logo noto uma arvore a minha frente, na velocidade que eu estava minha agilidade não comportaria, logo eu iria bater de frente com o tronco de madeira.
Eu estava a 2 metros do tronco em menos de um segundo eu iria bater no mesmo, não me restava nada além de tentar desviar do mesmo, mesmo eu achando que a colisão era inadiável.
Flexionando então meus joelhos me impulsiono para minha direita, desviando assim da arvore, fico boquiaberto com meu reflexo, pois eu achava que com aquela velocidade eu não conseguiria desviar

Status:
1° Nanatsu no Taizai - Greed

Categoria: Deadly Sins
Dificuldade: A
Selos: Javali, Cavalo, Tigre, Rato, Boi, Carneiro
Custo: 150
Descrição: Após Efetuar os Selos de Mão, a Marca da Raposa toma conta do Corpo do Usuário, expandindo seu Chakra numa área de Oito metros até algum alvo ser Selecionado, uma marca igual irá surgir no corpo desse alvo, que ao longo do tempo terá algum atributo de si absorvido para a Marca Origina

avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Ter Jul 03, 2018 11:17 am
Treinamento Efetuado
Status: 100% Aprovado 
+10 Experiência
"Finalmente tu sentia que todo o treino e esforço havia chegado há um ponto, aquela técnica havia funcionado e tu sente sua conquista caindo no chão exausto..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Ter Jul 03, 2018 11:01 pm
Acordei cedo como quase sempre fazia, sentia minhas pálpebras pesadas ainda por conta do sono. Coloquei os pés no chão sentindo o chão gelado, diferente de minha cama. Fiquei de pé e imediatamente andei até a cozinha para comer algo. Peguei a primeira coisa comestível que encontrei por lá e passei a devora-la.

Naquele dia, resolvi escolher um lugar diferente para terminar minha refeição. Caminhei lentamente até a janela, tropeçando em alguma coisa que eu não consegui identificar por conta do sono. Entretanto, ainda sim xinguei mentalmente o suposto objeto.

Assim que cheguei até a janela, me debrucei sobre ela e passei a observar o lado de fora, e só então, passei a saborear realmente aquilo que eu estava comendo, e não simplesmente engolir como antes. Aquele gosto me era familiar. Imediatamente, memórias da minha infância invadiram a minha mente. As brincadeiras pela vila, as histórias que me assombravam durante a noite, mas, ainda sim, eu gostava de ouvi-las.

Havia uma em especial, a do "Dragão Que Tudo Reflete". Essa era a história de um Dragão que vivia na mais escura caverna, no lugar mais afastado do mundo, e aqueles que se arriscavam a tentar capitura-lo, sempre se davam mal. Certa vez, um dos aldeões de uma vila muito distante dali resolveu se arriscar, porém ele era diferente dos outros. Seu desejo não era capturar o Dragão, e sim toca-lo, segundo ele, aquilo lhe traria sorte. Depois de muito tempo, o aldeão finalmente chegou até a caverna onde habitava o Dragão e, ao contrário dos outros, ele simplesmente adentrou. Sem armas, sem escudos ou arcos e flechas. O pobre coitado não estava ligando para a morte. Para ele, era tudo ou nada. Quando chegou ao fim da caverna, encontrou-se com o Dragão e este simplesmente se curvou diante do homem.

Quando eu era menor, eu fiquei um tanto confuso a primeira vez que ouvi essa história. Anos depois, logo percebi que, na verdade, o Dragão apenas havia refletido o gesto do homem. Enquanto todos o atacavam, talvez por medo ou qualquer outro motivo, o homem agiu de maneira diferente, e foi isso que o salvou e o tornou especial.

Quando terminei minha refeição, deixei que parte desses pensamentos sumissem de minha cabeça. Eu precisava focar em meu treinamento e desenvolver outra técnica. Meu pé ainda latejava de dor por ter batido o pé momentos atrás. Se eu fosse um Dragão que tudo reflete, aquele negócio que eu tropecei iria se dar mal.

- Hey! Espere... É isso!! - Pensei em voz alta saltando em direção a porta e correndo em direção aos campos livres de Konoha. Com algumas de minhas técnicas já dominadas, eu conhecia melhor meus limites e sabia que levaria um tempo, mas provavelmente eu era capaz de supera-los.

Eu estava tão animado para tentar a técnica que eu havia idealizado em minha mente que simplesmente pulei a parte de aquecimento. Corri em direção a uma árvore e parei diante dela. Respirei fundo e comecei a pensar em maneiras de fazer tudo acontecer como deveria.

- Ok! Javali, Dragão, Tigre, Cavalo, essa será a ordem. - Disse para mim mesmo e voz alta para não me esquecer.

Olhei em direção a árvore e em seguida fechei meus olhos. Ergui as mãos na altura do tórax, logo usando a técnica de concentração de chakra e, com certa precisão, fiz o selo Javali. Imediatamente, todo o chakra que estava concentrado dentro de mim passou a fluir por todo meu corpo de maneira mais lenta, como se estivesse formando uma barreira abaixo de minha pele.

Ainda de olhos fechados, ativei o selo Dragão que, por sua vez, tratou de fazer com que o chakra que antes estava abaixo de minha pele agora estivesse em sua superfície. Com os dentes rangidos e a respiração já ofegante, eu tentava fazer com que meu chakra ficasse por toda minha pele, entretanto, ainda sim algumas partes não eram encobertas por ele.

Tentei ativar o selo tigre, mesmo que a fase anterior não estivesse completamente certa, eu não poderia parar na metade. Com o selo Tigre ativado, o chakra se espalhou um pouco mais sobre minha pele. Me concentrei ao máximo naquele momento, controlando rigorosamente a respiração. Era quase como tentar tapar buracos em uma longa estrada sem ter material suficiente para realizar a tarefa.

Com o selo Cavalo, o chakra que antes estava sobre minha pele agora havia se unido com ela, quase que tornando-se um só. Minhas pernas estremeceram e, de repente, toda a minha força havia ido embora. Me apoiei sobre a árvore tentando ficar de pé sozinho novamente. Minha testa estava soando assim como todo o meu corpo que ainda estava um tanto trêmulo quando finalmente consegui ficar de pé.

Olhei para a árvore e, usando o pouco da força que me restava, dei um soco na mesma. O soco havia sido tão fraco que não havia doído quase nada em mim. Soquei novamente, dei um tapa, uma cabeçada, tudo que eu conseguia fazer. Eu estava fraco demais ainda para saber se estava funcionando ou não. Por último, resolvi dar um último chute na árvore, e foi como se a minha força tivesse voltado inteiramente naquele momento e meu chute atingiu em cheio a árvore. Aquilo, por sua vez, não me causou tantas dores quando eu achei que fosse causar no impacto, mas foi o suficiente para me fazer desequilibrar e cair para trás.

A dor agora era um local totalmente diferente. Por conta de eu não ter me alongado, o músculo da minha coxa estava bem mais dolorido do que deveria estar, o que me fez bater a mão no rosto e bufar me perguntando o motivo de eu simplesmente ter ignorado o fato de me alongar. Ansiedade? Talvez.

Em um piscar de olhos, outra parte do meu corpo havia começado a doer, dessa vez, era minha coluna. E, de repente, haviam tantos lugares doendo que logo eu estava gritando de dor rezando para que isso parece.

Aos poucos, a dor foi passando e meus músculos parando de se contrair e retorcer em mim. Quando finalmente consegui voltar a raciocinar, notei que os lugares das dores infernais que ainda não haviam passado tanto assim, eram exatamente aqueles que eu não havia conseguido proteger com meu chakra.

Sentei-me ao pé do tronco da árvore e encostei minha cabeça na mesma respirando fundo tentando aguentar aquelas dores.

Pelo visto, a técnica demoraria mais para sair do que eu mesmo esperava.
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Qua Jul 04, 2018 11:41 am
Treinamento Efetuado
Status: 20% Aprovado 
+20 Experiência
"Naquela manhã, enquanto mais uma vez se enchia de idéias, buscava o mesmo naquele dia que estava na floresta, usando teus sentimentos e idéias para criar algo que estaria até então, longe de ti..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Qua Jul 04, 2018 4:57 pm
Acordo assustado e noto que ainda estava ali encostado no tronco da arvore em meio ao campo de treinamento, não me lembro exatamente quando dormir, mas aparentemente tinha ocorrido, me levanto rapidamente para voltar a meu treinamento mas mesmo após dormir, meu corpo ainda doía.

As contrações da técnica do dragão estava a consumir minha integridade física de uma maneira extrema, meus músculos doíam muito, em quanto eu estava ali de pé minha perna direita latejava, mas eu não iria para meu treino por isso, me alongando para evitar mais espasmos musculares.

Estico meu pescoço para a direita com o auxilio de minha mão direita, “-1...2...3...” conto em minha cabeça ate chegar em 10, solto então minha cabeça, seguido flexiono meu joelho direito para me abaixar em quanto eu esticava a perna esquerda, fico nessa posição por 10 segundos, depois troco de pernas.

Por fim eu tinha me alongado por completo, as dores musculares tinham sido amenizadas, logo eu poderia dar continuidade a meu treino, olhava para paisagem o vento batendo contra as folhas das arvores as fazendo se mexer, Respiro fundo e me coloco em posição de combate.

Logo faço o selo do Javali, agitando meu chakra de uma maneira que ele se espalhe por todo meu corpo, diferente da ultima vez que eu acabei concentrando chakra apenas em algumas partes, de maneira que eu aprendi com meu erro executo o mesmo de forma melhorada do que da ultima vez.

Noto que quando faço isso era uma sensação muito boa que vinha ate mim, pois eu podia sentir o chakra se exalando e entrando em contato com o vento, eu quase que conseguia sentir a vida ao meu redor, era uma experiência única que eu nunca tinha tido antes, mas sem perder o foco faço o selo do Dragão.

Após executar o segundo selo meu chakra toma uma forma mais viva fora do meu corpo me racionando, como se eu conseguisse sentir pequenas rajadas de vendo se formando  em volta de mim, mas ao analisar melhor noto que tudo não passava de meu chakra, onde devido sua alta rotação estava esquentando o ambiente a minha volta.

Seguido faço o selo do tigre, me fazendo canalizar o chakra, em minha mão direita, onde noto um pequeno aumento de força na mesma, que vinha acompanhada de uma contração muscular, como se meu braço estivesse preparado para eu dar um soco, sensação estranha mas ignorando a mesma.
Fasso o ultimo selo, conhecido como selo do cavalo, que intensifica a rotação de chakra ao meu redor como se meu chakra ficasse agitado pelo próximo movimento, nesse momento então que começo a sentir afadiga chegando em meu corpo, minha respiração fica pesada, os intervalos de respiração tornam-se menores, como se eu estivesse em pânico.

Tento ignorar o fato e vou ate a frente de uma arvore, onde com muita vontade soco seu tronco, que diferente da ultima vez afunda meio centímetro no local onde eu tinha batido, nesse exato momento minhas pernas ficam bambas eu caio ao chão de bunda, em seguida deito minhas costa e fico a olhar o céu, e e refletindo sobre o que tinha acabado de acontecer.

-Eu ganhei mais força de uma hora para outra? –Era a pergunta que eu me fazia, e em meio aos meus pensamentos olho para minha mão que eu havia usado para socar a madeira, ela pulsava e sagrava de maneira moderada, aquilo iria doer mas devido o sangue quente nada sinto no momento.

-Dor e força... Dor é força. –Digo quando noto que na verdade eu tinha ficado mais forte devido a dor que eu tinha sentido, isso é da natureza humana, quanto mais dor mais adrenalina criamos e mais força e resistência adquirimos, mas aquilo tinha sido diferente, na hora que o chakra se canalizou em minha mão a dor tinha sessado por um instante.

Logo noto que a dor que eu tinha sentido não havia passado de um buff onde usei minha própria dor como arma fortalecendo meu soco.

Após o feito ficava feliz pois a técnica estava em seu progresso, levanto-me do chão e volto para meu quarto para que eu possa descansar.  

Status:
5° Nanatsu no Taizai - Wrath

Categoria: Deadly Sins
Dificuldade: A
Selos: Javali, Dragão, Tigre, Cavalo
Custo: 100
avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Qua Jul 04, 2018 6:43 pm
Treinamento Efetuado
Status: 31% Aprovado 
+11 Experiência
"Você continua treinando, provavelmente continuaria por muito mais tempo..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
200/200  (200/200)
Chakra:
300/300  (300/300)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Qua Jul 04, 2018 6:59 pm
"Ah, mais um dia..." essa foi a primeira frase que pensei assim que acordei. A preguiça estava tomando conta do meu corpo. Naquele dia, eu realmente não estava afim de levantar para nada, entretanto, minha vontade de me tornar mais forte era ainda maior do que a preguiça em si.

Ergui os braços para o alto fazendo um pequeno alongamento, tentando me livrar um pouco da dor nas costas que eu sentia. Deve ser por conta de eu ter dormido de mal jeito, ou então por estar dando o máximo de mim para tentar aprender minha nova técnica, pensei bocejando com os olhos fechados.

Levantei da cama e caminhei em direção a cozinha, ainda um pouco sonolento. Sentei-me à mesa e tomei um café da manhã reforçado para recuperar minhas energias gastas no último treino.

Já bem alimentado, fui para o campos livre de Konoha como de costume, lugar onde poderia treinar despreocupadamente e sem interrupções. O último treino havia sido um tanto animador para mim já que, apesar de ter me dado uma grande exaustão, havia trazido grandes resultados positivos pra mim.

Assim que cheguei lá, respirei junto o ar daquele local e, dessa vez, não ignorei a parte de alongamento. Com os pés bem afastados e apontados para a frente, flexionei o joelho esquerdo deixando o direito estendido com a ponta do pé em diagonal colocando a mão direita no chão sentido a musculatura interna da coxa alongada e, após dez segundos, fiz o mesmo com o lado contrário. Fiquei em posição ereta novamente, agora com os pés menos afastados, coloquei as mãos no quadril e passei a fazer movimentos circulares com ele, repetindo isso em sentido horário e depois anti-horário. Após isso, ergui meus braços para cima, segurando um dos pulsos com a outra mão e puxando meu corpo para a lateral direita, permanecendo daquela maneira durante 10 segundos e, em seguida, repeti o mesmo movimento para o lado esquerdo. 

Corri alguns metros pelos campos livres de Konoha, buscando entrar em ritmo de treino e, assim que senti que estava pronto para o treinamento, fui em direção a uma árvore que havia por ali ficando de frente para ela. Estalei o pescoço e, em seguida os dedos das mãos, fechando os olhos e busquei me concentrar em meu treinamento.

Através da técnica de concentração de chakra que eu havia aprendido na academia, busquei sintonizar meu corpo e minha mente, fazendo com que os dois se unissem e caminhassem em direção a um único objetivo: domínio da técnica. 

Ativando o selo Javali, meu chakra passou a fluir livremente por todo o meu corpo um pouco mais agitado do que no treino anterior, entretanto, ainda conseguia sentir o mesmo formar uma pequena barreira abaixo de minha pele . Naquele momento, busquei me esquecer de todas as minhas preocupações, principalmente aquelas em relação a se eu iria conseguir, ou não, finalizar a técnica. Quando finalmente senti que minha cabeça estava livre de tudo aquilo, soltei pela boca o ar que nem eu mesmo sabia que estava prendendo e parti para o próximo selo que, com certeza, era uma das partes primordiais da técnica.

Com rapidez, movimentei as mãos fazendo o selo Dragão. Em resposta, meu chakra passou a se encontrar especialmente em meus músculos. Meu corpo já dava alguns sinais de que eu precisava fazer um certo esforço para suportar aquilo. Fazendo um pouco mais de esforço, consegui fazer com que meu chakra tornasse meus músculos mais resistentes e ficassem completamente envolvidos por chakra. Me esforcei ao máximo e, finalmente, quando senti que havia atingido o limite, resolvi partir para o próximo selo. 

Meu corpo estava suando, e eu tinha que fazer o máximo de força para manter as áreas já cobertas por chakra daquela maneira, caso contrário, tudo aquilo feito até agora seria em vão. 

Com o selo Tigre já ativado, rangendo os dentes, fazendo com que meu chakra se estendesse por mais algumas partes do meu corpo, tendo um avanço muito maior do que nos treinos passados. Entretanto, a dificuldade para manter tudo aquilo ao mesmo tempo ainda era igual ou, então, talvez até mesmo maior do que antes. 

Com o selo Cavalo, meu chakra simplesmente desapareceu dos meus músculos. Dessa vez, a fraqueza parecia menor que antes, as mãos estavam menos trêmulas, porém, claramente meu corpo e mente haviam sofrido um desgaste maior. Olhei para o alto passando a língua por meus lábios umedecendo um pouco os mesmos, fechando os olhos e pedindo para que, dessa vez, a técnica desse certo. Olhei para árvore e dei um soco com toda a minha força nela 

  - AH! - Gritei de dor sentido algumas farpas do tronco perdurarem a minha pele. Os ossos do meu punho ficaram avermelhados e então sentei no chão, fechando os olhos e segurando minha mão com força para que a dor passasse mais rápido. Assim que a dor se amenizou, levantei novamente.

Olhei para a mesma mão que eu havia dado o soco e a fechei em um punho. Com a outra mão apoiada na árvore, soltei o mais profundo grito de minha garganta e soquei a árvore novamente com toda a minha força. A dor do impacto não havia sido tão grande quanto da última vez, mas a força foi suficiente para ocasionar uma considerável rachadura na árvore.

  - AAHHH!! - Eu continuava gritando mesmo depois do soco, sorrindo em meio o grito de dor e felicidade. Parei de deixar meu punho encostado na árvore e olhei para ele, notando que o mesmo estava sangrando muito no lugar onde antes estava avermelhado por conta do impacto. 

Assim que a adrenalina passou, cai no chão extremamente fraco, por um momento, pensei que fosse desmaiar ali mesmo. Me apoiei na árvore para levantar, enfrentando não consegui, e então, achei melhor continuar por ali, esperando que meus músculos parassem de doer e minha força retornasse para que então pudesse voltar para casa.


5° Nanatsu no Taizai - Wrath

Categoria: Deadly Sins
Dificuldade: A
Selos: Javali, Dragão, Tigre, Cavalo
Custo: 100

avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Qua Jul 04, 2018 7:47 pm
Treinamento Efetuado
Status: 48% Aprovado 
+17 Experiência
"Aos poucos você começa a entender a potência e maneira a qual estava dirigindo sua dor em forma de ataque, ainda assim, provavelmente continuaria por muito mais tempo treinando..."
avatar
Konoha: Genin
Konoha: Genin

Status Ninja
Vida:
400/400  (400/400)
Chakra:
180/180  (180/180)
Arsenal:
Ver perfil do usuário

Re: Terrenos Baldios

em Sab Jul 07, 2018 6:35 am


Nobunaga, Caminhou até o local onde os ninjas da vila treinavam, era uma especie de terreno e ali se achou e lá se deparou com um rapaz desacordado, parecia que estava treinando até o seu limite, este se aproximou e arrumou seu corpo para que não fica-se ali de qualquer jeito este então sentou ali do lado deste  e decidiu fazer seu treinamento mental ali do lado do rapaz, sentou então na posição de lótus  e veio a respirar profundamente mas agora mantendo seus olhos abertos mas dando um relaxamento ao corpo, assim este poderia vir a treinar de forma simples, afinal já havia feito antes ,mas agora já sabia como executar tal tarefa

O Jovem Nobunaga então deveria primeiro meditar forçando novamente a  ruptura e abertura dos seus pontos celestes, que seriam os pontos de chakras pois com eles seria o mesmo obteria poder para elevar sua consistência e poder para manobrar ou manipular o elemento vigente. Nobunaga  estava com sua plenitude mental, já que os chakras são centros captadores e transformadores de energia física e espiritual. Com estas são gerada rodas de energia que situam-se no segundo dos sete corpos, entre o físico e o espiritual e possuem contrapartes no físico, assim com estes pontos poderia abrir as redes de chakra podendo canalizar nesta rede o poder dos elementos para obter o poder de manipulação elemental.

Nobunaga estava ali sentado ao lado de um jovem de cabelos negros e estava olhando para mesmo vendo sua determinação, este se enche com o mesmo sentimento e com sua respiração ele começara a trabalhar um importante ponto situado na base da coluna, ele trabalharia o Chakra que governa a dimensão física e todos os aspectos enérgicos do corpo, mantido pela recepção das energias telúricas distribuídas por esse primeiro Chakra. Nobunaga usa esta fonte de chakra através da base da coluna pois ela energiza e fortalece o corpo sendo responsável pelo seu bem-estar físico. Este é o centro de energia através do qual se experimenta “luta ou fuga”.

Nobunaga concentrava-se nos seus conceitos e sabedoria pois havia decifrado alguns deles durante seu ultimo treino e mais uma vez sendo colocados ali no treinamento , agora usaria de um truque muito simples, que foi usado neste em seu ultimo treino assim como na infância, pois o truque consiste em pegar uma folha de uma árvore ou folha de papel,onde colocada na testa se mostraria a aptidão de concentração exercida pelo shinobi. O segundo ponto da técnica era coloca a folha entre as mãos do shinobi e exercer concentração sobre a mesma utilizando seu chakra pois assim mostraria a afinidade elementar do shinobi revelando qual dos elementos primários este possui, porém saia este que obtinha o domínio da força elementar da água e agora sabia que estava começando a ter a noção que também teria a dominação do elemento da terra.

Com sua lembrança obtida ali, sobre este conceito de treino formado em sua mente reformulado, Nobunaga então vai a sua bolsa ninja que estava em suas costas e a abre e colocando sua mão com cuidado sobre este lentamente retira um pedaço de pepel que era de um velho pergaminho usado na academia, este então a segura com sua mão direita enquanto usou sua mão esquerda para fechar sua bolsa, Com isso este segura a folha com ambas as mãos e firmemente se concentra em seu chakra , onde este o fez projetar da base de sua coluna e seu corpo era tomado por uma energia cintilante que envolve suas mãos e sente o chakra a energizar suas mãos que aos poucos Nobunaga vem a abrir e aos poucos concentrando o chakra a ali concentrando o poder que havia treinado anteriormente, estava a tentar a induzir o seu chakra a fundir-se com o chakra terrestre.

Palavras : 630

Spoiler:

Canalizar Chakra

Dificuldade: E
Efeito: Principio Básico para o Uso de Jutsus
Descrição: Chakra é a energia espiritual interna, aprender a usá-la como parte de si é um dos princípios básicos de um Ninja, assim como desenvolver a capacidade de projetar chakra por seu corpo.

Concentrar Natureza

Dificuldade: E
Efeito: Habilidade primária para domínio elemental
Descrição: Uma forma avançada de Canalização de Chakra, é a habilidade de alterar a maneira a qual sua energia se comporta a fim de gerar Chakra Elemental.

avatar
Narrador
Narrador
Ver perfil do usuáriohttp://neo-history.forumeiros.com

Re: Terrenos Baldios

em Sab Jul 07, 2018 2:13 pm
Treinamento Efetuado
Status: 60% Aprovado 
+20 Experiência
"Sua manipulação elemental agora se destacava, pois ao abrir suas mãos você nota o esfarelar da folha em suas mãos, especificando sua dominância terrestre..."
Conteúdo patrocinado

Re: Terrenos Baldios

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum